Agenda 10298778_618812611538854_4811878901412883999_n

Published on maio 5th, 2014 | by Redação

Festival SESC Melhores Filmes chega a Ribeirão Preto

O Festival SESC Melhores Filmes é o mais antigo festival de cinema da cidade de São Paulo. Criado em 1974, oferece a oportunidade ao público de ver ou rever o que passou de mais significativo pelas telas da cidade no ano anterior ao evento, a preços populares. Os ingressos estarão à venda no local.

Em sua 40ª edição, em 2014 o Festival está sendo realizado em 13 cidades do estado de São Paulo. Em Ribeirão Preto o evento acontece no Cinópolis do shopping Santa Ursula do dia 3 a 8 de maio. Confira a programação completa:

Quando? 3 a 8 de maio
Onde?Cinépolis, shopping Santa Ursula
Quanto? R$ 6,00 (inteira) R$ 3,00 (usuário matriculado, estudante e idoso) Grátis (trabalhador no comércio e serviços matriculado)

19h – MARINA ABRAMOVIC: ARTISTA PRESENTE
(Marina Abramovic: the artist is present, EUA, 2012, documentário, 106 min)
Direção e direção de fotografia: Matthew Akers
A sérvia Marina Abramovic é um dos nomes mais respeitados na arte performática mundial, conhecida por testar os limites de sua resistência física e mental. Em 2010, o Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) organizou uma grande retrospectiva da sua obra. A artista não só relembrou o passado, como decidiu realizar uma nova performance na qual interagia intensamente com o público durante três meses. A apresentação tratava-se de a artista receber, separada apenas por uma mesa, um a um dos espectadores, encarando-os de frente. Este documentário acompanha a preparação de Abramovic para a retrospectiva e para esse que viria a se tornar seu trabalho mais conhecido. Além disso, o filme também registra um reencontro histórico da artista com Ulay, seu antigo companheiro e parceiro do início de sua carreira.
14 anos

21h30 – EDUCAÇÃO SENTIMENTAL
(Educação sentimental, Brasil, 2013, drama, 84 min)
Direção: Júlio Bressane
Roteiro: Júlio Bressane e Rosa Maria Dias
Direção de fotografia: Walter Carvalho e Pablo Baião
Elenco: Josie Antello, Bernardo Marinho e Debora Olivieri
O filme narra a relação singular entre Áurea, uma professora solitária de 40 anos, e um jovem que ela acaba de conhecer por acaso – um desses encontros dos quais a mitologia e a literatura estão fartas, e traz uma alma sensível que se vê atraída por uma beleza que a solicita, a perturba, a move. Que a abala toda. Nos dias que se seguem ao primeiro diálogo entre os dois, ela irá mostrar todo seu sentimento através de aulas em que ele se deixará levar. Até que uma história inusitada do passado se revela e transforma tudo dali por diante. Seleção oficial do Festival de Locarno.
12 anos

19h – MATARAM MEU IRMÃO
(Mataram meu irmão, Brasil, 2013, 77 min)
Direção e roteiro: Cristiano Burlan
Direção de fotografia: Rafael Nobre
Reconstituindo os detalhes da morte de seu irmão Rafael, ocorrida há 12 anos, o cineasta Cristiano Burlan se lança em uma jornada pessoal que conduz ao coração de um círculo de violência em torno dos bairros da periferia paulistana, como o Capão Redondo. É lá que morava a família e onde o irmão, de 22 anos, foi morto com sete tiros em 2001. Explorando as razões do envolvimento do irmão com drogas e roubo de carros, o diretor expõe partes de sua própria história familiar.
Vencedor do prêmio de melhor filme brasileiro no festival É Tudo Verdade.
12 anos

21h30 – ELENA
(Elena, Brasil, 2012, 80 min)
Direção: Petra Costa
Roteiro: Carolina Ziskind e Petra Costa
Direção de fotografia: Janice d’Avila, Miguel Vassy e Will Etchebehere
Elena viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar e Petra, a irmã de sete anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas: filmes caseiros, recortes de jornal, diários e cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre seus caminhos e acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado. Aos poucos, os traços das duas irmãs se confundem, já não se sabe quem é uma, quem é a outra. A mãe pressente. Petra decifra. Agora que finalmente encontrou Elena, Petra precisa deixá-la partir.
12 anos

19h – CORDA BAMBA
(Corda bamba, Brasil, 2012, drama infantil, 80 min)
Direção: Eduardo Goldenstein
Roteiro: Eduardo Goldenstein e George Moura
Direção de fotografia: Guy Gonçalves
Elenco: Bia Goldenstein, Gustavo Falcão, Georgiana Góes, Claudio Mendes e outros.
Maria é uma menina de dez anos que nasceu no circo, filha de equilibristas, e que precisa lidar com uma difícil passagem em sua vida. Ela vai morar com a avó, na cidade, e não consegue lembrar-se de seu passado. Da janela do seu quarto, Maria atravessa sobre uma corda bamba para a dimensão do imaginário, onde irá recuperar sua memória e encontrar a possibilidade de seguir adiante. Baseado no livro infantil de Lygia Bojunga.
Livre

21h30 – UM ESTRANHO NO LAGO
(L’Inconnu du lac, França, 2013, suspense, 97 min)
Direção e roteiro: Alain Guiraudie
Direção de fotografia: Claire Mathon
Elenco: Pierre Deladonchamps, Christophe Paou, Patrick D’Assumçao, Jérôme Chappatte e outros
É verão. Estamos à beira de um lago isolado, cercado por montanhas e florestas. Este é o cenário para encontros sexuais entre homens desconhecidos. O jovem Frank é um dos frequentadores do local, onde faz amizade com o solitário Henri. É lá também que ele conhece Michel, homem misterioso por quem se apaixona. Michel é belo, charmoso e mortalmente perigoso. Frank sabe disso, mas decide viver essa paixão mesmo assim. Até que ele começa a ser questionado por um inspetor de polícia que ronda o local. Selecionado para a mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes, o filme venceu o prêmio de melhor direção e a Queer Palm, dedicada a filmes de temática homossexual.
18 anos

19h – SÃO SILVESTRE
(São Silvestre, Brasil, 2013, documentário, 80 min)
Direção e roteiro: Lina Chamie
Direção de fotografia: José Roberto Eliezer
São Silvestre é a mais famosa corrida de rua do Brasil, realizada anualmente em São Paulo no dia 31 de dezembro. Partindo de uma proposta sensorial, este longa acompanha os 15 quilômetros da maratona, que percorre alguns dos pontos mais importantes da cidade de São Paulo. Sob o ponto de vista do desafio dos corredores, o documentário propõe transportar o espectador para as ruas da cidade na tentativa de provocar as sensações físicas e psicológicas que impactam os participantes da corrida. Com esse ponto de partida, o filme constrói de maneira sensorial o “corpo a corpo” entre homem e cidade.
Livre

21h30 – PAIS E FILHOS
(Soshite chichi ni naru, Japão, 2013, drama, 120 min)
Direção e roteiro: Hirokazu Koreeda
Direção de fotografia: Mikiya Takimoto
Elenco: Masaharu Fukuyama, Machiko Ono, Yôko Maki, Rirî Furankî e outros
Ryota é um arquiteto obcecado com o sucesso profissional. Tudo o que tem conseguiu através do seu trabalho e acredita que nada pode impedi-lo de seguir a sua vida como um perfeito vencedor. Até que um dia, ele e sua esposa, Midori, recebem um inesperado telefonema do hospital. Keita, seu filho de seis anos, não é seu filho de verdade – o hospital lhes deu o bebê errado. Ryota será obrigado a tomar uma decisão que poderá mudar sua vida: escolher entre “natureza” e “criação”. Vendo a devoção de Midori com Keita, mesmo depois de saber sua origem, e ao entrar em contato com a família rude, porém carinhosa, que cuidou de seu filho natural todos esses anos, Ryota começa a se questionar: será que ele realmente foi um “pai” todos esses anos? Vencedor do prêmio do júri no Festival de Cannes.
14 anos

19h – O ABISMO PRATEADO
(O Abismo Prateado, Brasil, 2011, drama, 83 min)
Direção: Karim Aïnouz.
Roteiro: Karim Aïnouz e Beatriz Bracher.
Direção de Fotografia: Mauro Pinheiro Jr.
Elenco: Alessandra Negrini, Thiago Martins, Otto Jr., Carla Ribas.
Violeta é uma dentista e tem um filho adolescente com Djalma, com quem é casada há 14 anos. Ela acaba de se mudar para um apartamento em Copacabana e, após uma pausa na sua clínica, encontra uma mensagem na caixa postal de seu celular. A mensagem foi gravada por seu marido, que avisa que estava deixando-a e partindo para Porto Alegre. Ele pede para que Violeta não o siga, mas ela não segue o conselho e passa um dia pelo bairro procurando por Djalma. Até que finalmente ela decide viajar para tentar encontrá-lo no Rio Grande do Sul. Inspirado na canção Olhos nos olhos, de Chico Buarque. Exibido na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes e vencedor do prêmio de melhor direção no Festival do Rio.
14 anos

21h30 – O SOM AO REDOR
(O som ao redor, Brasil, 2012, 131 min)
Direção e roteiro: Kleber Mendonça Filho
Direção de fotografia: Fabricio Tadeu e Pedro Sotero
Elenco: Gustavo Jahn, Irandhir Santos, Maeve Jinkings, W.J. Solha e outros
O filme faz o retrato da vida numa rua de classe média da zona sul do Recife. Bia, casada e mãe de duas crianças, precisa achar uma maneira de lidar com os latidos constantes do cão de seu vizinho. João, um corretor de imóveis, começa um namoro com Sofia, que já morou naquela mesma rua quando criança. Ele é neto de Francisco, dono de vários prédios da região e também de fazendas no interior do estado. As coisas tomam um rumo inesperado com a chegada de Clodoaldo e sua equipe, uma milícia que oferece a paz de espírito da segurança particular. A presença desses homens traz tranquilidade para alguns e tensão para outros.
Melhor filme no Festival do Rio 2012 e melhor direção, som e filme pela crítica e pelo público no Festival de Gramado 2012.
16 anos

19h – FRANCES HA
(Frances Ha, EUA, 2012, comédia dramática, 86 min)
Direção: Noah Baumbach
Roteiro: Noah Baumbach e Greta Gerwig
Direção de fotografia: Sam Levy
Elenco: Greta Gerwig, Mickey Sumner, Michael Esper, Adam Driver e outros
Frances divide um apartamento em Nova York com Sophie, sua melhor amiga. Brincalhona e com ar de quem não deseja crescer, ela recusa o convite do namorado para que more com ele justamente para não deixar Sophie sozinha. Entretanto, a amiga não toma a mesma atitude quando surge a oportunidade de se mudar para um apartamento melhor localizado, mesmo que isso signifique que ela e Frances passem a morar separadas. É quando se inicia a peregrinação de Frances em busca de um novo lugar que se adeque às suas finanças, já que ela é apenas aluna em uma companhia de dança à espera de uma chance de integrar o grupo de bailarinos. Mesmo diante das dificuldades, Frances tenta manter o alto astral diante os problemas que a vida adulta traz.
12 anos

21h30 – LAS ACÁCIAS
(Las acacias, Argentina/Espanha, 2011, drama, 85 min)
Direção: Pablo Giorgelli
Roteiro: Pablo Giorgelli e Salvador Roselli
Direção de fotografia: Diego Poleri
Elenco: Germán de Silva, Hebe Duarte, Nayra Calle Mamani, Monica Coca e outros
Rubén é um caminhoneiro que transporta madeira entre Assunção, no Paraguai, e Buenos Aires, na Argentina. Ele faz esse mesmo trajeto há anos, sempre solitário e silencioso. Um dia, no entanto, aceita dar carona a uma mulher desconhecida até Buenos Aires. Mas Jacinta, sua companheira de viagem, aparece uma hora atrasada, e com um bebê no colo. A primeira impressão de Rubén não é nada positiva: ele imagina passar longas horas ao lado de um bebê chorando e de uma pessoa por quem ele não tem o menor interesse. Aos poucos, no entanto, Rubén e Jacinta começam a trocar as primeiras palavras e a se conhecer melhor. Vencedor do prêmio Câmera de Ouro para melhor diretor estreante no Festival de Cannes.
12 anos

CURSO DE DIREÇÃO CINEMATOGRÁFICA

Quando? terça a sexta, das 19h às 21h30. 18 anos
Quanto? gratuito
 Vaga: 30 vagas. Inscrições pelo e-mail matricula@ribeirao.sescsp.org.br ou na Central de Atendimento (na mensagem deverá constar nome completo, RG e o título da atividade)

Com Cristiano Burlam, diretor de cinema e teatro. Dirigiu o grupo de cinema experimental super-8 em Barcelona. Esteve à frente do grupo de teatro a Fúria (São Paulo). É professor na Academia Internacional de Cinema – AIC. Seu documentário mais recente “Mataram meu irmão” foi o grande vencedor do É Tudo Verdade 2013, angariando os prêmios de Melhor Filme do Júri Oficial e da Crítica.
A oficina busca refletir sobre os aspectos técnicos e artísticos que compõem a linguagem do cinema a partir da visão de um diretor. Serão abordados os pilares do processo cinematográfico: direção, roteiro, fotografia, edição, interpretação e som; bem como a análise de filmes e de correntes cinematográficas e os desdobramentos e influências em outras áreas do conhecimento humano.

Tags: , , ,


About the Author



Back to Top ↑