#Artigos copa

Published on janeiro 29th, 2014 | by Redação

Copa do Mundo 2014: você é a favor da realização da copa no Brasil? Participe da enquete.

A Copa do Mundo do Brasil, da qual Ribeirão já se confirmou como subsede, talvez seja uma das mais polêmicas da história desse evento. As razões são claras e simples: a previsão de gastos no Brasil é maior do que a das três últimas edições juntas (fonte). E os gastos não param de crescer: considerando apenas os estádios, a previsão de gasto saltou de R$ 2,6 bilhões iniciais, para os atuais R$ 8,9 bilhões (fonte). O histórico de corrupção do Brasil parece já dar uma pista à população sobre os motivos desse aumento.

O governo argumenta que grande parte destes gastos serão destinados a obras de infraestrutura, que beneficiariam toda a população, mas especialistas questionam tais investimentos, realizados às pressas, para atender às necessidades do evento, e não da população em geral. De fato, nada do dinheiro destinado para a Copa beneficia a população pobre, os setores mais deficitários do serviço público brasileiro como educação, saúde e saneamento básico não verão a cor desta verba.

O eventual retorno dos investimentos em forma de arrecadação com turismo também é questionado, uma vez que se concentrará nas mãos de poucos empresários, já detentores de graúdas contas bancárias. Outra críticas na seara financeira é a construção de estádios imensos em regiões em que não há tamanha demanda, como no caso do estádio construído em Manaus, que deverá ser abandonado tão logo acabe a Copa por falta de recursos para manutenção. Exemplos como o Engenhão, construído em plena capital carioca para o Panamericano de 2007 e já abandonado, sustentam tais desconfianças.

Sob as mesmas razões – a economia de verba pública – a Suécia rejeitou a possibilidade de se tornar sede da Copa em 2022.

Além de questões financeiras, um catálogo de críticas se acumula no tocante às ingerências da Fifa na lei e na cultura brasileiras. A Lei Geral da Copa, que disciplina questões relativas ao evento, acabou com a meia entrada, liberou bebidas alcoólicas nos estádios, instituiu férias escolares obrigatórias no período do evento e estabeleceu regras que implicam, por exemplo, na criminalização do uso indevido da marca da Fifa e na proibição de venda de acarajés em torno do estádio em Salvador.

O Estádio Mané Garrincha, reverência a um dos ícones do futebol brasileiro, teve que mudar de nome para que os estrangeiros pudessem pronunciar e agora chama-se simplesmente Estádio Nacional. Um jeito europeu de torcer, comportado, foi imposto: agora é proibido gritar palavrões, levar bandeiras, assistir aos jogos de pé ou fora do lugar marcado, levar qualquer cartaz ou faixas, levar objetos que provoquem os adversários, levar cornetas ou bateria e transmitir imagens por celular. Talvez o jeito europeu de torcer se justifique pelo valor dos ingressos, que chegam a custar quase R$ 2 mil e excluirão a maior parte do povo brasileiro dos estádios. O evento que representa um dos traços mais marcantes da cultura brasileira, o amor pelo futebol, parece ter descaracterizado a maior paixão do povo brasileiro em nome da obediência à Fifa.

Para além destas razões, a Copa, com todos esses problemas, não poderia vir em hora pior: o Brasil passa pelo período de maior agitação social desde o fim da ditadura militar, como demonstram as incansáveis ondas de protestos que tomaram as ruas desde o ano passado para questionar a precariedade dos serviços públicos mais básicos e os gastos exorbitantes com esse evento, criando a máxima “Não vai ter Copa”. Tais protestos motivaram mais ações para agradar a Fifa – o governo estuda criar uma lei para enquadrar manifestações como terrorismo. Não por acaso, o secretário-geral da Fifa Jérôme Valcke declarou recentemente que “menos democracia é melhor para organizar a Copa”. Se Valcke estiver certo, os protestos no Brasil e a resistência do povo em se submeter à FiFa sinalizam a saúde da nossa jovem democracia.

Participe de nossa enquete abaixo e diga se é a favor ou contra a realização da Copa do Mundo no Brasil.

Você é a favor da realização da Copa do Mundo no Brasil?

View Results

Loading ... Loading …


About the Author



Back to Top ↑